Ter controlo do tempo

Agora que estou por casa, como escrevi aqui, sinto que tenho finalmente controlo do meu tempo. É complicado sentir isto quando muito dos nossos deveres acabam por depender muito dos outros e também quando eles não podem ser feitos a partir de casa. Mas hoje que sou obrigado a fazer o que tenho de fazer por casa, gosto do sentimento.

Sinto que desde o momento que acordo, ao momento que me deito, o tempo é meu e só meu. Claro que aparecem sempre imprevistos e coisas para fazer que não dependem só de mim, mas estando por casa, consigo articular isso da melhor forma e da forma que me dá mais jeito.

Ter controlo do tempo é sempre bom. Pelo menos, enquanto o estás a controlar ele não te controla a ti.