Porque fazemos o que fazemos?

Existem momentos em que esquecemos o porquê de fazermos o que fazemos. Porquê acordar cedo? Porquê trabalhar? Porquê tanta disciplina?

Se na rotina diária conseguimos fazer aquilo a que nos comprometemos fazer, é sinal que não houveram imprevistos. É sinal que conseguimos fazer o que queríamos sem que algo se metesse no caminho. E, no final do dia, estamos mais perto do que tanto almejamos.

Os esforços diários servem para diminuir os sofrimentos desnecessários do futuro. Se conseguimos, no presente, fazer algo para que o futuro seja um bocadinho melhor, porque não fazê-lo? Porque não pegar em nós e fazer algo útil para nós? Não só nos estaríamos a ajudar, como estaríamos a ajudar quem nos quer bem. No final, todos ganhamos.

Trabalha hoje e colhe os frutos desse trabalho no futuro.