Não sigas por atalhos – PaML #7

Hoje foi um daqueles dias em que acordei, comecei por pegar no Projeto de Investigação e só parei agora, para voltar para a cama. Têm sido dias bastante corridos. Claro, sentado à minha secretária, em casa, mas mesmo assim corridos. Mais ainda porque tenho tomado tentado inconscientemente tomar atalhos e apercebi-me que isso talvez não seja o melhor a ser feito.

Atalhos levam a que cheguemos ao mesmo destino mas de forma mais fácil. Até aí tudo de positivo, no entanto, esses atalhos não nos ensinam tanto quanto os caminhos principais, e é nisso que ficamos a perder. Isto porque o que já poderíamos ter aprendido, ainda não sabemos, e um dia esses atalhos não nos servirão mais.

Os atalhos são certamente benéficos a curto-prazo, mas não devemos pensar assim, devemos ter sempre o olho no futuro. E, analisando bem a situação, eles acabam por ser o percurso mais difícil.