Momentos de reflexão

Como o exercício de ontem correu tão bem, hoje resolvi fazê-lo novamente. Inicialmente, pensei que não teria grandes assuntos para escrever durante uma hora, mas estava enganado.

Há medida que escrevia ocorriam-me assuntos que estavam em standby para que, quando tivesse tempo, refletisse neles. Parece que este hábito veio na melhor altura. Aproveitei assim não só para refletir neles, como também para escrevê-los detalhadamente de forma a compreender realmente aquilo que pensava.

Muitas vezes negligenciamos os momentos de reflexão. Seja porque não temos tempo, ou pela ignorância de que não valem a pena. Mas eles valem sim a pena. E, quando realizados em junção com a escrita, tornam-se mais eficientes e introspetivos.