A história de John Nash

Ontem vi o filme “Uma Mente Brilhante” e fiquei a conhecer mais uma pessoa interessante.

O filme conta a história biográfica de John Nash, um Matemático Norte-Americano que trabalhou com teoria de jogos e que veio a ganhar o Prémio Nobel pelos seus trabalhos em 1994. Para além do filme mostrar a sua luta para encontrar a ideia original, retrata muito bem também a sua luta contra a esquizofrenia.

É assustador para mim pensar o que será confundir o real com o imaginário. Apesar das dificuldades de John Nash ao lidar com esta doença e dos vários internamentos em hospitais psiquiátricos, em 1970 começou a recuperar e a conseguir distinguir o que era e o que não era real.

Nash veio a falecer em 2015, aos 86 anos, com sua esposa, de 82, num acidente de viação em New Jersey.

Este foi um filme que me marcou. Não só pela história, mas também pela pessoa por trás. Certamente uma pessoa com trabalhos e uma vida que merece ser conhecida.